Assine agora e receba conteúdos em primeira
mão na sua caixa de entrada.

O que é?
Para acompanhar o trânsito da mercadoria será impressa uma representação gráfica simplificada da Nota Fiscal Eletrônica intitulada DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica).

O DANFE não é nota fiscal, nem a substitui servindo apenas como instrumento auxiliar para consulta da NF-e.

conhecendo o danfe

A-> Comprovante de recebimento da NFe que deve ser assinado por quem recebe a mercadoria colocando a data de do recebimento.

B-> Identificação do emitente da NFe (razão social, endereço e telefone).

C-> Traz a frase DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica). O número e a série da NFe. O tipo de operação, se é Entrada (0) ou Saída (1). O número total de folhas do documento.

D-> Chave de acesso e o código de barras da NFe que permite que o destinatário realize a consulta do documento através do Portal da Nota Fiscal Eletrônica.

E-> Natureza da operação, ou seja, tipo de operação que está sendo realizada. Exemplo: venda para dentro do estado, venda para fora do estado, compra para industrialização, devolução de mercadorias.

F-> Protocolo de autorização de uso da NFe, indica a data e o recebimento da NFe pela SEFAZ.

G-> CNPJ, Inscrição Estadual, Inscrição Estadual de Substituto Tributário, se houver, do emitente da NFe.

H-> Identificação do destinatário da NFe (razão social, endereço, telefone, CNPJ e inscrição estadual).

I-> Data de emissão da NFe, data e hora da saída da mercadoria do estabelecimento.

J-> Forma de pagamento e vencimento das parcelas geradas.

K-> Totais dos impostos da NFe.

L-> Dados sobre a transportadora, quem entregará a mercadoria e sobre a carga a ser transportada.

M-> Código, impostos e descrição dos produtos ou serviços que compõem a NFe.

  • M1-> Ao cadastrar o produto copie o NCM do documento fiscal.
  • M2-> O CST do ICMS deverá ser informado no cadastro de produtos seguindo a correlação de CST do ICMS de Entrada para CST do ICMS de Saída de acordo com as orientações da contabilidade.
  • M3-> Ao lançar o documento fiscal de entrada verifique o CFOP de entrada correto. 

N-> Informações complementares da NFe.

O que é?
Para acompanhar o trânsito da mercadoria será impressa uma representação gráfica simplificada da Nota Fiscal Eletrônica intitulada DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica).

O DANFE não é nota fiscal, nem a substitui servindo apenas como instrumento auxiliar para consulta da NF-e.

conhecendo o danfe

A-> Comprovante de recebimento da NFe que deve ser assinado por quem recebe a mercadoria colocando a data de do recebimento.

B-> Identificação do emitente da NFe (razão social, endereço e telefone).

C-> Traz a frase DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica). O número e a série da NFe. O tipo de operação, se é Entrada (0) ou Saída (1). O número total de folhas do documento.

D-> Chave de acesso e o código de barras da NFe que permite que o destinatário realize a consulta do documento através do Portal da Nota Fiscal Eletrônica.

E-> Natureza da operação, ou seja, tipo de operação que está sendo realizada. Exemplo: venda para dentro do estado, venda para fora do estado, compra para industrialização, devolução de mercadorias.

F-> Protocolo de autorização de uso da NFe, indica a data e o recebimento da NFe pela SEFAZ.

G-> CNPJ, Inscrição Estadual, Inscrição Estadual de Substituto Tributário, se houver, do emitente da NFe.

H-> Identificação do destinatário da NFe (razão social, endereço, telefone, CNPJ e inscrição estadual).

I-> Data de emissão da NFe, data e hora da saída da mercadoria do estabelecimento.

J-> Forma de pagamento e vencimento das parcelas geradas.

K-> Totais dos impostos da NFe.

L-> Dados sobre a transportadora, quem entregará a mercadoria e sobre a carga a ser transportada.

M-> Código, impostos e descrição dos produtos ou serviços que compõem a NFe.

  • M1-> Ao cadastrar o produto copie o NCM do documento fiscal.
  • M2-> O CST do ICMS deverá ser informado no cadastro de produtos seguindo a correlação de CST do ICMS de Entrada para CST do ICMS de Saída de acordo com as orientações da contabilidade.
  • M3-> Ao lançar o documento fiscal de entrada verifique o CFOP de entrada correto. 

N-> Informações complementares da NFe.