Assine agora e receba conteúdos em primeira
mão na sua caixa de entrada.

Em qualquer negócio, saber quais produtos entram e saem da empresa é tão importante quanto saber qual foi o lucro ou quanto foi vendido. Estoque é o conjunto de bens e mercadorias armazenado em um determinado local. Para uma empresa, controlar o estoque é semelhante a um controle de conta bancária, porém em vez de gerenciar movimentações financeiras, o que é adicionado ou subtraído são bens.

Movimentação de estoque

Denominamos movimentação de estoque ao processo de entrada ou saída da quantidade referente a várias origens ou destinos. Movimento de Estoque envolve o movimento de um ou mais produtos de um local para outro.

O controle de entradas e saídas fica mais fácil e rápido quando você conta com a ajuda de um software para ajudá-lo nesta tarefa. São centenas de sistemas disponíveis no mercado. Na hora de escolher o mais adequado, leve em consideração o tamanho da sua empresa e o produto com que trabalha, já que há ferramentas especializadas em certos ramos de negócio.

Para fazer o controle de entradas e saídas na gestão de estoque de forma realmente eficiente; é preciso, antes de tudo, identificar o que você tem armazenado. É possível criar um código único para cada tipo de mercadoria (como Celulares, por exemplo) ou usar o código de barras que já está no produto, caso ele seja revendido.

Independentemente da opção escolhida, é importante criar uma regra que seja simples de ser seguida para estabelecer esses códigos e, no dia a dia, facilitar na hora de encontrar o produto que você precisa.

Os movimentos de estoque quanto ao sentido do fluxo dos produtos, se dividem em:

Entrada

O movimento de entrada aumenta a quantidade de itens no estoque. Ela pode acontecer pelas situações de compra, devolução de vendas ou bonificação.

Assim que seus pedidos junto ao fornecedor das mercadorias forem entregues, você deverá efetuar a entrada desses produtos em seu estoque. Para isso, o fornecedor precisa enviar a nota fiscal referente a essa compra, seja por meio eletrônico ou mesmo um DANFE impresso. Com esse documento você consegue discriminar elementos essenciais para a especificação das mercadorias, que é muito útil na hora da venda, troca de algum produto com defeito ou para um simples controle.

A qualidade do controle de estoque passa pela atenção na hora de registrar as entradas de produtos no sistema. É importante não deixar passar nenhuma informação e investir um tempo na categorização dos produtos. Quanto mais específico você for nessa categorização, mais facilidade terá na hora de fazer o controle, achando com facilidade o item que busca. Sobre o Assunto, veja os Principais processos de entrada de estoque

Saída

O movimento de saída pode ocorrer mediante a venda, devolução de compra ou perdas. No caso da venda já aprovada pelo cliente, você irá criar um orçamento onde constarão todas as informações necessárias, como: quantidade, marca/modelo do produto, preço, peso, etc. Não se esqueça da emissão da nota fiscal de saída, que deve ser enviada para o cliente.

Ao Realizar a saída das mercadorias que deixam o estoque é importante fazer o processo de registro, para apurar os custos e as quantidades reais do estoque. Tenha sempre em mãos um bom relatório para eventuais consultas desses registros.

Conclusão

Todo processo de movimentação de estoque deve ser estabelecido por meio das Normas de Entrada e Saída de Estoque. Com informações estatísticas sobre o que está saindo, o gestor pode calcular o giro das mercadorias/materiais, auxiliando na compra para melhor aproveitamento do capital de giro da empresa. Além disso, terá a segurança de que estas mercadorias/materiais são utilizadas na empresa, e não desviadas.

Referências

Em qualquer negócio, saber quais produtos entram e saem da empresa é tão importante quanto saber qual foi o lucro ou quanto foi vendido. Estoque é o conjunto de bens e mercadorias armazenado em um determinado local. Para uma empresa, controlar o estoque é semelhante a um controle de conta bancária, porém em vez de gerenciar movimentações financeiras, o que é adicionado ou subtraído são bens.

Movimentação de estoque

Denominamos movimentação de estoque ao processo de entrada ou saída da quantidade referente a várias origens ou destinos. Movimento de Estoque envolve o movimento de um ou mais produtos de um local para outro.

O controle de entradas e saídas fica mais fácil e rápido quando você conta com a ajuda de um software para ajudá-lo nesta tarefa. São centenas de sistemas disponíveis no mercado. Na hora de escolher o mais adequado, leve em consideração o tamanho da sua empresa e o produto com que trabalha, já que há ferramentas especializadas em certos ramos de negócio.

Para fazer o controle de entradas e saídas na gestão de estoque de forma realmente eficiente; é preciso, antes de tudo, identificar o que você tem armazenado. É possível criar um código único para cada tipo de mercadoria (como Celulares, por exemplo) ou usar o código de barras que já está no produto, caso ele seja revendido.

Independentemente da opção escolhida, é importante criar uma regra que seja simples de ser seguida para estabelecer esses códigos e, no dia a dia, facilitar na hora de encontrar o produto que você precisa.

Os movimentos de estoque quanto ao sentido do fluxo dos produtos, se dividem em:

Entrada

O movimento de entrada aumenta a quantidade de itens no estoque. Ela pode acontecer pelas situações de compra, devolução de vendas ou bonificação.

Assim que seus pedidos junto ao fornecedor das mercadorias forem entregues, você deverá efetuar a entrada desses produtos em seu estoque. Para isso, o fornecedor precisa enviar a nota fiscal referente a essa compra, seja por meio eletrônico ou mesmo um DANFE impresso. Com esse documento você consegue discriminar elementos essenciais para a especificação das mercadorias, que é muito útil na hora da venda, troca de algum produto com defeito ou para um simples controle.

A qualidade do controle de estoque passa pela atenção na hora de registrar as entradas de produtos no sistema. É importante não deixar passar nenhuma informação e investir um tempo na categorização dos produtos. Quanto mais específico você for nessa categorização, mais facilidade terá na hora de fazer o controle, achando com facilidade o item que busca. Sobre o Assunto, veja os Principais processos de entrada de estoque

Saída

O movimento de saída pode ocorrer mediante a venda, devolução de compra ou perdas. No caso da venda já aprovada pelo cliente, você irá criar um orçamento onde constarão todas as informações necessárias, como: quantidade, marca/modelo do produto, preço, peso, etc. Não se esqueça da emissão da nota fiscal de saída, que deve ser enviada para o cliente.

Ao Realizar a saída das mercadorias que deixam o estoque é importante fazer o processo de registro, para apurar os custos e as quantidades reais do estoque. Tenha sempre em mãos um bom relatório para eventuais consultas desses registros.

Conclusão

Todo processo de movimentação de estoque deve ser estabelecido por meio das Normas de Entrada e Saída de Estoque. Com informações estatísticas sobre o que está saindo, o gestor pode calcular o giro das mercadorias/materiais, auxiliando na compra para melhor aproveitamento do capital de giro da empresa. Além disso, terá a segurança de que estas mercadorias/materiais são utilizadas na empresa, e não desviadas.

Referências